Problemas com o Bafômetro

Ninguém será forçado a criar prova contra si mesmo e por isso a recusa da utilização do bafômetro é diversas vezes discutida na Justiça, tendo seus efeitos reformados em desfavor da Administração Pública.
Incube a Administração provar a embriaguez do acusado, na qual se não fizer, o acusado deverá ser absolvido das acusações. Dirigir sob o efeito de substancias entorpecentes e álcool incorre na infração gravíssima de pagamento de multa (aproximadamente R$ 3.000,00), a suspensão da CNH por 1 (um) ano, além de necessitar realizar um curso de reciclagem e nova prova teórica.
Ainda que a recusa da realização do teste do bafômetro gera a mesma pena da referida infração acima, os nossos advogados buscam a reversão na via judicial para que os clientes não incorram nesta sansão.
Portanto, não deixe que seus direitos sejam lesados. Contate agora um de nossos advogados pelo telefone (51) 3225-1788 ou pelo WhatsApp (51) 98014-4516 para representar nas ações e procedimentos de trânsito.

Entre em Contato